Vestido curto, midi ou longo?

Quando surge um casamento ou aquela festa com dress code mais elaborado, logo vem a dúvida: será que posso ir de curto? E como uso o midi que está super em alta agora? A escolha mais frequente (e que vem especificada em grande parte dos eventos) são os longos, que estão no topo da lista de formalidades. Mas nem sempre a peça é obrigatória e os curtos aparecem como opção para quem quer variar o visual e não se sente tão a vontade com vestidos longos, como eu.

Várias cores, em várias modelagens … Mas o que ainda prefiro são os escuros, que alongam e dão um ar sofisticado

Os curtos geralmente caem bem em festas onde você não tem um papel de destaque (como madrinha), ou então que está estipulado que o traje é até passeio completo. Se for black tie, não tem como, vai ter que ser o longo! Os de comprimento midi também entram no time dos curtos que podem variar a modelagem padrão, longa. Para as que gostam de ousar um pouco mais e subir o comprimento, lembre-se que eles ficam para festas mais jovens ou baladinhas.

Várias modelagens, todas valorizando a silhueta

Ter um vestido midi no guarda-roupa já garante um look funcional para o dia a dia ou evento mais sofisticado. Como não são tão curtos, evitam certo desconforto, e também não são tão compridos, o que proporciona mais tranquilidade. Eles podem ser mais justos no corpo, que dão um ar mais sexy e produzido, ou mais soltinhos, de modelagem mais romântica.

E vocês, qual a sua preferência?

Read More

Duas peças essenciais para a mala de mão

Minhas férias estão chegando e sempre que vou viajar, tenho como minha maior prioridade a definição do que vou levar dentro da mala. Como os quilos nas companhias aéreas estão cada vez mais escassos, o custo no Brasil para comprar coisas importadas cada vez mais alto, é essencial ter um espaço livre na mala para levar as comprinhas dos países que você visita.

Outro item extremamente importante é planejar bem a sua mala de mão. Os aeroportos são uma grande cidade e sempre há sim o risco de sua mala ser perdida ou extraviada. Para isso, planeje em ter uma mala de mão completa, onde você conseguirá sobreviver no seu destino final com dois pares de roupa por dois dias enquanto sua bagagem não é localizada. Além disso, é uma mão na roda ter uma muda de roupas extra caso você suje a sua por algum motivo. Em aviões isso tem chance de acontecer principalmente no momento do jantar ou caso ocorra alguma turbulência no momento de qualquer refeição.

Para não pesar a sua mala de mão, não invente moda! Sempre escolha uma calça bem confortável e de baixo volume para levar (leggings fazem parte de uns 70% do meu armário normal e quase unanimidade em viagens) e também blusas de algodão. Não use panos muito sintéticos, pois aeroportos e aviões são extremamente secos, você vai usar a roupa por horas e horas e é extremamente importante que se sinta bem a vontade durante todo o seu percurso.

Abaixo algumas sugestões de looks para compor a sua mala de mão:

Vários looks, apaixonada com as blusas da fileira de baixo, especialmente a segunda da esquerda para a direita

E você, o que mais leva de vestuário na mala de mão além disso e um casaco quentinho? Me conta!

Read More

Hotpants ou flare, eis a questão?

Os anos passam e a moda de calças transita basicamente entre dois tipos principais de modelo: as calças hot pants, que são bem coladas e de cós alto (conhecidas anteriormente como skinny, tendo também versões no meio da batata da perna que foram conhecidas como corsário) ou então as do tipo flare (uma revisitada às antigas pantalonas, mas com corte mais definido).

Ambos os modelos valorizam muito a silhueta feminina, não importa qual é a sua. Então, sempre que for às compras, tenha em mente as seguintes definições:

  • A hot pant segura o abdomen e define o corpo – ele é super versátil, e combina desde para o trabalho até para a balada
  • flare, que combina mais com salto, alinha a postura e dá um ar mais formal ao look – ótimo para eventos formais, entrevistas de emprego, trabalho, ou um happy hour

Particularmente sempre fui mais fã das calças hot pants do que pantalona, pois elas são mais versáteis para usar com salto alto ou salto baixo, enquanto a calça flare, dependendo da bainha, pode ficar arrastando no chão. De qualquer maneira, são dois looks que valorizam muito a silhueta feminina e tem de tudo para se manter em alta, ou seja, são peças que podemos investir com certeza para colocar no guarda-roupa, pois elas ficarão lá por muito tempo!

Segue abaixo algumas inspirações de uso dos dois tipos de modelos:

Calças flare

Calças hot pants

E vocês, qual das duas preferem?

Read More